Páscoa:Os impactos que o chocolate em excesso pode trazer para a sua saúde

0

Junto com a Páscoa, sempre vem aquela exagerada no consumo de chocolate. Afinal de contas, os pontos comerciais focam para o alto consumo deste alimento que, sem dúvida, é muito prazeroso de comer, mas que quando é feito em excesso traz impactos negativos para a saúde. Estudos comprovam os benefícios deste alimento, entretanto, ele deve ser consumido dentro das quantidades indicadas, que é de 20g diária.

Se você quer diminuir o consumo de chocolate esse ano, uma das estratégias é entender, de fato, quais os impactos que o consumo exagerado deste alimento traz para o seu corpo. Nós abordamos todos esses impactos neste post, confira:

Gordura em excesso estimula o aumento das espinhas

Os cuidados com o rosto vão muito além do uso de cremes para prevenir o envelhecimento de pele e garantir os nutrientes adequados. A alimentação é um dos fatores essenciais para que os cuidados com a pele sejam realmente completos.

O chocolate tem altos índices glicêmicos. Isso na prática significa que: a glicose chega no sangue de forma rápida, o que estimula a fabricação e o pico de insulina. A insulina leva açúcar para dentro das células. Aí é onde as espinhas acontecem, pois o açúcar oferece um agravamento das acnes, principalmente em pessoas que já são predispostas ao problema.

Alergias

Outro problema relacionado à pele que o chocolate pode trazer é o desenvolvimento de alergias. O organismo é inteligente e combate o excesso de alguma forma. Até mesmo como um alerta de que “opa, alguma coisa está errado”. As alergias podem se tornar recorrentes sempre que o chocolate for consumido ou podem desaparecer depois que o corpo for “desintoxicado”. Sempre busque ajuda médica em casos de alergias, principalmente se houver o inchaço da região do pescoço, o que pode fechar as vias respiratórias.

Sintomas desagradáveis

Não é só com chocolate, na verdade, tudo na vida que é em excesso não é saudável. No caso do chocolate, os sintomas mais comuns depois de uma overdose do alimento são:

  • Náuseas;
  • Refluxo;
  • Diarreia;
  • Dores estomacais;
  • Dores de cabeça – inclusive enxaqueca;
  • Irritabilidade – pois o organismo entra em estado de abstinência.

Obesidade

Mesmo os chocolates amargos possuem gordura. E gordura em excesso aumenta as chances de o corpo desenvolver problemas de saúde. Os chocolates brancos, entretanto, são os que apresentam mais malefícios ao corpo humano, pois tem uma quantidade elevada de gordura, especialmente saturada, oriunda da manteiga de cacau além de muito açúcar.

Outro fator de alto impacto na obesidade é o alto teor calórico deste alimento. É claro que a obesidade é resultado de um conjunto de hábitos não saudáveis, mas o chocolate é um forte fator para que ela chegue em longo prazo.

O chocolate, dependendo da sua composição, tem muitas calorias e poucos nutrientes, se for colocá-lo em uma balança nutricional justa. Isso não significa que ele não traga alguns benefícios, ele traz sim, mas o consumo deve ser controlado e, de preferência, não diário.

Você exagerou no consumo de chocolate e quer compensar o excesso de calorias adquiridas?

Fale com a Dermus, (48) 99138-0202 é o nosso WhatsApp.

Estamos aqui para proporcionar saúde, beleza e qualidade de vida aos nossos clientes.

Dermus a 1ª Farmácia de Manipulação de Santa Catarina.

Compartilhe no Facebook

Os comentários foram encerrados.