O que você precisa saber sobre os medicamentos homeopáticos

0

A homeopatia é um tipo de medicina alternativa, que conquista muitas pessoas pela sua abordagem. Mesmo com as experiências positivas que muitos pacientes já tiveram, esse tipo de medicamento ainda rende muitas discussões na área da saúde.

E você, já utilizou a homeopatia para o tratamento de alguma doença? Ou ainda tem as suas dúvidas quanto a esse método? Neste artigo, você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre os medicamentos homeopáticos, seu funcionamento e seus resultados.

Como funcionam os medicamentos homeopáticos?

O método da homeopatia foi criado no ano de 1796, pelo médico alemão Samuel Hahnemann. O funcionamento é baseado na Lei dos Semelhantes, que prega que semelhantes se curam por semelhantes.

Assim, as substâncias que foram capazes de desenvolver a doença também são capazes de curá-las, em doses bem menores, muito diluídas. Dessa forma, quanto menor a quantidade de substância, maior a sua energia e potencial de cura.

Os medicamentos homeopáticos, normalmente, são comercializados em gotas ou em pequenas bolinhas brancas (glóbulos), que se dissolvem na língua. São mais de 2 mil tipos de remédios, de origem animal, vegetal ou mineral.

Doenças como sinusite, alergias, infecções, gripes, fibromialgia, bronquite, osteoartrite e TPM são costumeiramente tratados pela homeopatia, por quem gosta do método.

O que você precisa saber sobre eles?

1 – A homeopatia trata tanto problemas físicos quanto psicológicos. Na maioria das vezes, ele é recomendado para doenças respiratórias, dermatológicas, ginecológicas, alérgicas e para aumentar a imunidade. Também para tratar ansiedade, estresse ou irritação.

2 – Usar um tratamento homeopático não significa que é necessário parar com os remédios convencionais. Os métodos podem ser utilizados em conjunto.

3 – Na hora de tomar o medicamento homeopático, a recomendação é não manusear o medicamento. Coloque a quantidade de glóbulos necessários diretamente na tampa e vire na boca em seguida, ou pingue a quantidade de gotas diretamente na língua.

4 – Os profissionais também indicam que o medicamento não seja misturado com nenhum líquido como chá, suco ou leite. A diluição em água só deve ser feita se for realmente necessário. Ao comer, evite 15 minutos antes e após a medicação.

5 – Alguns profissionais discordam que a homeopatia realmente funcione, alegando que o efeito placebo é que melhora o quadro do paciente. No entanto, essa opinião é refutada quando aplicada a bebês, que realmente se mostram melhor ao utilizá-la.

6 – Para aderir ao método, é necessário consultar um médico homeopata, que poderá indicar os medicamentos de acordo com as queixas do paciente. Dessa forma, cada pessoa recebe uma receita personalizada, e não é recomendado compartilhar medicamentos homeopáticos.

7 – Durante a consulta, o médico realiza uma avaliação completa. Além do questionário de sintomas, o profissional também avalia algumas partes do corpo que podem mostrar outros problemas, como as unhas, a pele e a língua.

8 – A homeopatia é um ótimo método para curar sintomas específicos, mas também tem como objetivo o equilíbrio energético do organismo como um todo. Por isso, o método vem conquistando as pessoas que procuram por uma abordagem mais natural para aumentar o seu bem-estar.

Compartilhe no Facebook

Os comentários foram encerrados.