Colágeno tipo II: 3 benefícios que ele traz para as articulações

0

Proteína presente em cerca de 25% do corpo, a mais predominante no ser humano, o colágeno está cada vez mais inserido no mercado de produtos de beleza. Está estampado em embalagens de: hidratantes, cremes, sejam para pele ou cabelo, além de xampus, produtos alimentares, entre outros.

Ele é responsável por inúmeras funções, como:

– Proteger tecidos menos resistentes;

– Cicatrizar e restaurar cortes;

– Dar elasticidade à pele;

– Melhorar a textura e qualidade das unhas e cabelos;

– Compor as fibras que assegurem os tecidos do corpo (articulações, músculos e ossos);

– Atuar nas cartilagens entre as articulações, evitando que os ossos se choquem uns nos outros.

Cada ação é determinada por diversos tipos diferentes dessa proteína, que atuam na composição de alguma parte do nosso corpo. O colágeno tipo I, por exemplo, trabalha na formação dos tendões e do tecido conjuntivo frouxo e denso. Já os colágenos dos tipos X, XI e XII, em contrapartida, colaboram na produção da cartilagem. E quanto ao colágeno tipo II?

O organismo produz naturalmente essa proteína. Entretanto, a partir dos 30 anos, há uma queda gradual na produção endógena de todos os tipos de colágeno, inclusive do tipo II.

Conhecido por ser uma proteína não desnaturada, o colágeno do tipo II pode ser encontrado, principalmente, nas áreas onde há forte pressão, como articulações, disco intervertebral, olhos e cartilagens, sendo nesse o elemento majoritário.

Quais as suas funções e benefícios? Veja a seguir!

Benefícios do colágeno tipo II para as articulações

  1. Previne e trata a artrite e osteoartrite

O colágeno do tipo II representa 60% da cartilagem das articulações e opera como uma espécie de amortecedor, ao evitar o contato entre os ossos.

Em função de inflamação crônica, obesidade/sobrepeso, fraqueza muscular, envelhecimento e exercícios de impacto, as articulações se degeneram provocando inflamação e dor. Esse problema é conhecido como artrose ou também chamado de osteoartrose.

Estudos demonstram que o colágeno tipo II pode diminuir o líquido das enzimas que desgastam as cartilagens. Como resultado, colabora na sua regeneração, além de minimizar a inflamação.

  1. Reduz as dores nas articulações

A suplementação com peptídeos de colágeno tipo II contribui para melhorar a qualidade de vida das pessoas, ao reduzir as dores nas regiões articulares. A atuação em conjunto com vitaminas e minerais diminui a inflamação e, consequentemente, a dor.

  1. Previne lesões nas articulações

Pessoas propensas a terem lesões podem se beneficiar ao usar a suplementação com colágeno tipo II, acompanhado de dieta adequada, rica em alimentos que incentivem a formação da proteína e reduzindo as inflamações, melhorando o desempenho físico e minimizando as lesões.

Quem pode tomar o colágeno tipo II?

Não há restrição quanto ao uso da proteína, qualquer pessoa, de qualquer faixa etária, pode tomá-lo. Desde atletas profissionais, que praticam exercícios mais intensos, até aqueles que estão com algum problema articular ou nos ossos.

Qual a dose recomendada?

Para o colágeno tipo II, a dose recomendada, em média, é de uma cápsula por dia, mas é importante salientar que a quantidade certa deve ser indicada somente por seu médico ou seu nutricionista.

Se você está em busca de produtos que além de deixarem a pele saudável também auxiliem na formação de colágeno, acesse nosso site e conheça o que há de melhor em dermocosméticos multifuncionais.

Compartilhe no Facebook

Os comentários foram encerrados.