Probióticos, prebióticos e simbióticos

0

SIMBIOTICOS

Probiótico, do grego “para a vida”, foi utilizado inicialmente para designar compostos ou extratos capazes de estimular o crescimento microbiano. Hoje a Legislação Brasileira define probiótico como um suplemento alimentar microbiano vivo que nos beneficia ao melhorar o balanço microbiano no organismo. Os iogurtes e leites fermentados, por exemplo, são probióticos, pois possuem lactobacilos vivos que sobrevivem ao processo de digestão e se alojam no intestino. Um intestino saudável, para funcionar corretamente, deve conter cerca de 10 bilhões de bactérias como essas por milímetro quadrado. Por isso os leites fermentados fazem bem à saúde, pois ajudam a repovoar o nosso intestino que sofre perda dessas bactérias devido ao consumo de álcool e medicamentos como os antibióticos.

Prebiótico é o ingrediente nutricional não digerível que estimula seletivamente a proliferação ou atividade das populações de bactérias benéficas do cólon. Ou seja, alimentam, fortalecem e ajudam as bactérias que moram nos nossos intestinos a se reproduzirem. Exemplos de prebióticos são as fibras, álcoois de açúcares e oligossacarídeos encontrados na soja e grão-de-bico, por exemplo.

Simbiótico é o produto que combina em sua composição o probiótico e o prebiótico. Ou seja, o mesmo produto traz em si as bactérias e os seus respectivos alimentos. Os alimentos simbióticos são desenvolvidos em laboratórios em forma de suplementos alimentares e o seu consumo deve ser orientado por médico ou nutricionista, pois pode vir a causar flatulência, diarreia e até mesmo hemorragia intestinal se ingerido em excesso ou de forma incorreta.

Você mesmo pode preparar uma refeição simbiótica segura misturando alguns ingredientes simples. Na imagem acima temos um exemplo de um ótimo café da manhã simbiótico com iogurte, aveia e banana.

Mas de uma forma geral, os alimentos pre, pro ou simbióticos atuam na manutenção da composição da microbiota intestinal, atuando beneficamente através da produção de vitaminas e enzimas digestivas, combatendo diarreias, reduzindo o colesterol, atuando antioxidativamente, aumentando a imunidade, entre vários outros benefícios.

Compartilhe no Facebook

Os comentários foram encerrados.