Onicomicose: o que é e como tratar

0

onicomicoseOnicomicoses, também conhecidas como micoses de unhas, são infecções causadas por fungos que alimentam-se de queratina, substância que forma as unhas.
Geralmente afetam as unhas dos pés, pois a região, devido ao uso de calçados fechados, apresenta um ambiente aquecido, úmido e escuro, que é o ambiente perfeito para o desenvolvimento desses fungos.
Os fungos causadores das onicomicoses podem ser contraídos através do contato com o solo, animais ou de outras pessoas através do uso compartilhado de utensílios como tesouras e alicates de unhas.
Os sintomas mais comuns são as manchas, que podem ser escuras ou brancas, deformação das unhas, fragilização, enrijecimento, deslocamento, descolamento e até queda das unhas.
Se não tratadas, elas constituem uma porta de entrada para múltiplos micro-organismos que podem ocasionar infecções graves.
Depois do tratamento, a unha continua a crescer normalmente dando lugar a uma nova unha saudável.
Os cinco tipos mais comuns de onicomicose são:
Deslocamento da borda livre: É a forma mais frequente. A unha se desloca, geralmente iniciando pelos cantos, formando espaços ocos onde pode ocorrer acúmulo de sujeira.
Espessamento: As unhas ficam mais grossas e rígidas. É comum sentir dor, podendo ocorrer o escurecimento da unha. O aspecto grosso que a unha adquire é popularmente chamado de “unha de telha” ou “unha de gavião”.
Leuconíquia: Surgem manchas brancas na superfície das unhas.
Destruição e deformidades: A unha fica frágil, quebradiça e deformada.
Paroníquia: Também conhecida como “mão de lavadeira” ou “unheiro”, a unha cresce de forma ondulada, apresenta o seu contorno inflamado, inchado, avermelhado e dolorido.
Nos tratamentos das onicomicoses geralmente são utilizados medicamentos de uso tópico na forma de cremes, soluções ou esmaltes. Em casos mais graves o tratamento pode ser feito por via oral. A cura pode levar meses, pois depende do crescimento e substituição das unhas.
A Dermus dispõe de um dos melhores produtos para combater onicomicoses, o Nano Nails, que com a sua tecnologia de nanopartículas de alta absorção, penetra mais facilmente na queratina das unhas, oferecendo resultados visíveis a partir do quarto dia de uso.
Durante o tratamento, ou mesmo para prevenir o problema, é imprescindível uma boa higiene das mãos e pés. Para tanto, sempre lave bem as mãos e, ao tomar banho, dê uma atenção também aos pés, lavando bem entre os dedos; evite andar descalço em pisos molhados, principalmente em ambientes de uso comum, como vestiários de academias; use seu próprio material de manicure; sempre que possível, opte por calçados mais abertos, largos e arejados; seque bem entre os dedos dos pés após o banho e evite repetir o mesmo calçado por vários dias, revezando e deixando o calçado usado em lugar ventilado ou no sol; dê preferência às meias de algodão ao invés das de materiais sintéticos. Também é interessante o uso de talcos ou sprays antissépticos dentro dos calçados.
Onicomicoses não tratadas podem ocasionar a entrada de diversos outros micro-organismos que podem causar infecções mais graves. Depois de curada, a unha tende retomar o aspecto saudável e a crescer normalmente.
Fontes: abc.med, Info Escola, Sociedade Brasileira de Dermatologia, Dermatologia.net.
Crédito da imagem: Google Imagens (autor desconhecido).

Compartilhe no Facebook

Os comentários foram encerrados.